ACIDENTE OU ATENTADO?

Para ir até a casa da mãe ele tinha que pegar o ônibus de uma linha, digamos, sensível. Escolhia a roupa mais simples, calçava o sapato mais velho, levava um celular antigo, mantido justamente para essas ocasiões. Na carteira, pouco dinheiro e alguns papéis: documentos iam escondidos em outro bolso. Quando ocorria a abordagem, sabia o procedimento de cor. Cabeça baixa, sem nunca encarar ninguém, pertences na mão, facilitando o trabalho do ladrão. Muitas vezes foi assaltado naquele ônibus, mas desta vez correu tudo bem. Chegando ao destino, encontrou a mãe discutindo com uma vizinha.

– Foi atentado, certeza. O homem estava prestes a colocar Brasília inteira na berlinda e morre assim, sem mais nem menos?

-Acidentes acontecem, isso é teoria da conspiração.

-Teoria, né? Sei… E você meu filho, o que acha?

-Bom… Eu acho que todo brasileiro tem obrigação de saber se proteger dos bandidos. Quantas vezes a gente não deixa de sair à noite, de ir a algum lugar, porque é perigoso? Aí esse cara, na mira dos maiores criminosos do país, fica pra cima e pra baixo passeando de aviãozinho? Se foi atentado eu não sei, mas que foi um tremendo vacilo, isso foi…

Uma opinião sobre “ACIDENTE OU ATENTADO?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *